Botox Capilar tem formol?

O uso do formol em alisantes é proibido pela ANVISA. O formol só é permitido usar em conservantes de uso industriais. Se existe algum produto alisante a base de formol, fique atento, pois ele não é aprovado pela ANVISA, portanto é proibido e pode causar riscos à sua saúde. O uso de formol pode desenvolver câncer, segundo a própria Organização Mundial de Saúde (OMS). Quando o corpo é exposto ao formol por muito tempo ele apresenta riscos de câncer na boxa, pulmão, cabeça e no sangue.

O formol é proibido em químicas alisantes pois a concentração necessária para realmente alisar é muito elevada, colocando em risco a pessoa que está usando o produto e a pessoa que está aplicando. O formol é um produto altamente cancerígeno e não deve ser usado em produtos para cabelos. Ele é usado somente em baixíssimas em outros produtos cosméticos e geralmente são regulados pela ANVISA. Produtos para botox capilar que possuem formol em sua composição podem ter sido ou adulterados ou são proibidos. Em ambos casos, não se deve permitir a aplicação do produto no cabelo.

Existem outras substâncias que são alisantes e são comprovadamente inofensivas para a saúde do usuário. Algumas delas são o hidróxido de sódio, hidróxido de potássio, ácido tioglicólico e alguns outros tipos de hidroxidos. No caso do botox capilar, o efeito desejado é o de relaxamento (efeito que reduz o volume) e da reposição de nutrientes perdidos. Raramente a composição terá algum destes hidróxidos e não existe um motivo claro para haver formol na composição, a não ser que o formol seja utilizado como conservante. A ANVISA regula o uso de formol como conservantes em produtos para cabelos em uma concentração de somente 0.2%. Neste caso, o formol não é agressivo para o cabelo ou para a pessoa.

Produtos que contém formol

Os produtos que contém formol são raros, porém existem. A quantidade de formol permitida é de 0,2% e a função é somente conservante. Porém, quando olhamos o rótulos das embalagens não vemos “formol” escrito, pois o nome se tornou muito polêmico após a proibição e a descoberta dos riscos do formol em produtos para cabelos. O que acontece é que o formol existe em alguns produtos com o nome disfarçado. Confira a lista abaixo de nomes para o formol e semelhantes:

  • Methanal (Metanal)
  •  Ácido glioxílico
  •  Óxido de Metileno
  •  Oxymethylene (Oximetileno)
  •  Methylaldehyde (Metil aldeído)
  •  Oxomethane (Oximetano)
  •  Formalina (Formalin)
  •  Aldeído Fórmico